Sub-12 na final do Estado: Familiares na expectativa

Sub-12 na final do Estado: Familiares na expectativa

 

Expectativa dentro e muita ansiedade fora da quadra. Este é o clima entre pais, familiares e amigos dos atletas do Instituto Chuí. Exemplo maior está na casa de Danilo. Pai do atleta Pedro, Danilo não esconde a euforia de ver o filho disputando mais uma final. “Eu sou o mais ansioso em casa, até mais que o Pedro”, disse ele. Danilo já garantiu a hospedagem em Campinas para toda a família, esposa e mais dois filhos, uma adolescente de 14 anos e um garoto de nove. “Vamos todos para ficar os três dias lá. Sabemos que serão jogos difíceis, por isso vamos todos pra incentivar o Pedro e toda equipe do Instituto Chuí”, afirmou o pai.

 

Na família dos gêmeos Ygor e Yago o clima é de muita felicidade. De férias na escola, os dois atletas do Instituto aproveitaram a semana para “treinar mais”. “Os meninos correram a semana toda, aproveitaram para assistir vídeos do Palmeiras e Campinas e até já sabem os adversários que irão marcar”, disse Yuri Marangoni Sgarioni, irmão mais velho da dupla.

 

Yuri e a mãe ficarão torcendo aqui de Franca. “Acompanhamos tudo pelo grupo de pais do whatssapp. Eles narram a partida, fazem comentários, mandam fotos do placar... Sofremos muito daqui, mas vale a pena”, finalizou ele.

 

 

Quem também está acostumada a torcer pelo celular nos dias dos jogos é a mamãe Juliana de Castro Silva. Sempre na torcida pelo filho Miguel, ela busca estar equilibrada e não demonstrar muita ansiedade nos dias que antecedem as partidas. “O Miguel não é de ficar pilhado, pelo contrário, ele fica bem sereno, por isso me controlo pra não atrapalhar. Mas faço questão de sempre estar do lado desejando o melhor e mantendo a positividade”, finalizou Juliana.